Paraná TIC 2017: como criar ecossistemas de empreendedorismo sem artificialismos 27/07/2017

O Vale do Silício, o principal ecossistema de empreendedorismo inovador do mundo, reúne algumas dezenas de fatores que o tornaram o mais respeitado e icônico ambiente para a criação de negócios de tecnologia e de empreendedores de alto impacto. Tendo o Vale como referência, várias cidades e regiões tentam reproduzir os elementos que o tornaram referência, buscando a própria alcunha de "o Vale do Silício de tal lugar". Mas quais são estes fatores de sucesso e como uma região pode buscar desenvolvê-los para a criação de um clima de negócios favorável que incentive o empreendedorismo?


Em palestra nesta quinta (27 de julho) durante o Paraná TIC 2017, principal evento de tecnologia do estado paranaense, Ron Duggins, instrutor e consultor mundial de empreendedorismo, contextualizou iniciativas que podem ser incentivadas para desenvolver, sem artificialismos, ambientes mais empreendedores. Duggins é professor de Inovação e Empreendedorismo na Universidades de Arkansas Central e tem mais de uma década de experiência como diretor de incubadoras de empresas e parques de tecnologia e pesquisa, atuando como consultor nestas áreas em vários países.


Conheça alguns dos principais componentes encontrados em ecossistemas empreendedores de sucesso, segundo Duggins:


Existência de empreendedores

Pode parecer óbvio, mas para um ambiente empreendedor prosperar, é preciso …


Infraestrutura intelectual e qualidade da mão de obra

A existência de universidades de referência, escolas técnicas e excelentes estruturas de formação básica são fundamentais para que empreendedores possam criar negócios inovadores e de alto impacto, assim como garantir mão de obra de qualidade e capacitada para os empreendimentos.


Mecanismos de transferência de conhecimento

Iniciativas que contribuam na formação de grupos de networking, meetups, competições como hackatons e startup weekends incentivam empreendedores a atuarem de forma colaborativa e que compartilhem boas práticas e conhecimento.


Capital e investimentos

Negócios de alto impacto exigem investimento de diversos tipos de recursos, sobretudo financeiros. A abundância na oferta de capital que fomente a inovação permite que negócios possam crescer de forma sustentável, compartilhando riscos e atraindo melhores profissionais.


Líderes empreendedores

Um ecossistema de sucesso também é composto por empreendedores de sucesso, de referência e que ajudem a inspirar jovens a se aventurarem pelas vias do empreendedorismo. Na base da formação do Vale do Silício estão uma série de lideranças que revolucionaram a forma que consumimos e interagimos com a tecnologia no mundo.


Estruturas físicas

Coworkings, espaços abertos, colaborativos e flexíveis são fundamentais, pois incentivam a interação e a troca de informações. Estas características impactam também cada vez mais a arquitetura corporativa dentro das empresas, inclusive.


Incentivo à cultura e bem-estar

Regiões que são referências como ecossistemas inovadoras não são somente formados em densidade por empresas de tecnologia, universidades, marcos regulatórios. Estas regiões no geral também são ambientes de referência para consumo de artes e cultura local, oferecem qualidade de vida para a população e possuem boa infraestrutura para a prática de atividades esportivas e incentivo ao bem estar.


Políticas governamentais

Não é a principal prerrogativa para o ecossistema prosperar, pois há evidências que governos têm pouca influência no incentivo de empreendedorismo, na visão de Duggins. Porém o especialista aponta que as políticas governamentais de uma região podem ser decisivas na decisão dos empreendedores a permanecerem ou mudarem para ambientes em que os negócios sejam mais facilitados.



A TECNOLOGIA A SERVIÇO DA SOCIEDADE


REALIZAÇÃO


PATROCÍNIO MASTER


CO PATROCÍNIO


APOIO


APOIO INSTITUCIONAL